indiretas mineiraoPalco de grandes confrontos do futebol brasileiro e mundial, sede da Copa das Confederações, da Copa do Mundo e do Torneio Olímpico de Futebol Rio 2016, o Estádio Governador Magalhães Pinto chega, nesta segunda-feira (05), a 51 anos de existência. Adotada pelos torcedores simplesmente como Mineirão, a arena, inaugurada em 1965, passou por uma grande reforma entre 2010 e 2012, nos preparativos para sediar o Mundial de Futebol. Na comemoração de seus 51 anos, não faltam motivos para celebrar.

Na manhã de hoje, o Gigante da Pampulha passou a integrar a Rede Brasileira do Pacto Global da ONU (Organização das Nações Unidas). O Pacto Global é uma iniciativa desenvolvida pelo ex-secretário-geral da ONU, Kofi Annan, com o objetivo de mobilizar a comunidade empresarial internacional para a adoção, em suas práticas de negócios, de valores internacionalmente aceitos nas áreas de direitos humanos, relações de trabalho, meio ambiente e combate à corrupção refletidos em dez princípios derivados da Declaração Universal de Direitos Humanos, da Declaração da Organização Internacional do Trabalho sobre princípios e direitos fundamentais no trabalho, da Declaração do Rio sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento e da Convenção das Nações Unidas Contra a Corrupção.

Além disso, o Mineirão foi o primeiro estádio brasileiro e o segundo do mundo a conquistar o selo Platinum, categoria máxima de certificação ambiental Leedership in Energy and Environmental Design (LEED), concedida pela Green Building Council Institute (GBCI). A premiação é resultado de ações ambientalmente sustentáveis implementadas desde o início das obras de modernização, através de um rigoroso controle dos documentos exigidos pela empresa responsável pela certificação. Além disso, o estádio conta com uma usina composta por 6 mil painéis fotovoltaicos capazes de gerar energia elétrica suficiente para atender 1.200 residências.