Jogadores do Pouso Alegre Gladiadores ministram clínica para 200 alunos. Foto: Divulgação Conexão EsportivaO futebol americano é uma das modalidades que mais ganham novos adeptos no Brasil, e assim, nos últimos anos, times foram criados, os campeonatos se tornaram mais disputados e o apoio aumentou. A partir de junho a modalidade vai fazer parte da rotina dos beneficiados pelo projeto Conexão Esportiva, viabilizado pela Lei Estadual de Incentivo ao Esporte. Em Santa Rita do Sapucaí, no Território Sul, a bola oval já foi apresentada aos alunos em uma clínica realizada na última semana (06/05) com os jogadores do Pouso Alegre Gladiadores. 

Executado pela Fundação Dona Mindoca Rennó Moreira, a iniciativa atende cerca de 450 crianças de 5 a 14 anos da cidade, já em outros seis esportes: atletismo, basquete, futebol de campo, futsal, handebol e vôlei. “Aceitamos as sete modalidades porque, exceto o futebol de campo, não são tão comuns aqui no interior. O futebol americano veio da ideia de aumentar o repertório motor das crianças e para introduzir algo que não é tão característico no Brasil”, explica o coordenador, Eduardo Ribeiro. Durante a clínica, os jogadores deram a 200 participantes, dos naipes feminino e masculino, uma introdução à modalidade, com algumas brincadeiras, além de curso de cheerleader (líder de torcida).

Além do objetivo de ensinar as técnicas esportivas, o projeto busca auxiliar na formação educativa e social dos jovens da comunidade santa-ritense. Com treinos realizados duas vezes por semana, as crianças de até 10 anos participam dos módulos de iniciação esportiva e conhecem cada uma das modalidades, enquanto as maiores de 11 escolhem uma para poderem se dedicar. Também são oferecidos palestras, festivais e campeonatos internos. “O projeto e a metodologia são voltados para o aluno, e vimos que a cidade aceitou bem. Não tínhamos uma política voltada para o esporte, e o acesso a ele de uma maneira organizada não era muito fácil”, declara Eduardo.

Samuel de Freitas, de 14 anos, foi um dos alunos participantes do treinamento, quando pela primeira vez teve um contato com o futebol americano. “Achei algo inovador e interessante. Mesmo que seja pouco conhecido, não acho tão difícil de ser implantado no Brasil porque todo mundo gosta do que é novo, e quanto mais esporte melhor”, afirma. O adolescente pratica o basquete e vê a velocidade como algo semelhante e de importância para as duas modalidades. Incentivado a participar do projeto pela sua professora de Educação Física, teve lá a oportunidade de conhecer o esporte, além de aumentar o convívio social. “É muito boa a convivência com as outras pessoas, é um lugar onde sempre podemos conversar sobre o basquete”, relata.

O projeto é executado pela primeira vez via Lei Estadual de Incentivo ao Esporte, captando R$ 326.646,34 junto à Metagal. O coordenador considera o apoio de grande importância para o desenvolvimento do desporto na cidade. “Conseguimos atuar na cultura esportiva, interferir na comunidade, atuar na formação das crianças. Toda a cidade está ganhando com isso, ouvimos depoimentos dos pais, por exemplo, de mudança de comportamento”, diz.

Em crescimento
Em 2016, a Federação Mineira de Futebol Americano (FEMFA), em parceria com a Secretaria de Estado de Esportes (SEESP), resgatou o campeonato estadual. A final, o Minas Bowl, foi realizada no Mineirão e contou com a presença de 8.720 torcedores que viram o Minas Locomotiva se consagrar tricampeão mineiro.

Neste ano, com o apoio da SEESP, acontece, desde o dia 2 de abril, a Copa Minas de Futebol Americano, com seis equipes na disputa: Sada Cruzeiro Futebol Americano, Betim Bulldogs, Juiz de Fora Imperadores, Unimed Miners, Uberaba Zebus e Araxá Red Wolves. Na partida de abertura, realizada na Arena Independência, 300 mil pessoas acompanharam pela internet o jogo entre Sada Cruzeiro e Juiz de Fora Imperadores.

No próximo sábado (13/05), o Sada Cruzeiro e o Betim Bulldogs se enfrentam no Sesc Venda Nova (R. Maria Borboleta, s/n - Novo Letícia, Belo Horizonte) às 18:30 por uma vaga na semifinal, que será realizada no dia 3 de junho. A final está marcada para o dia 18 de junho, em horário e local a serem definidos.

Minas Esportiva Incentivo ao Esporte
Por meio do programa de fomento à prática esportiva, 0,05% da receita líquida anual do ICMS que coube ao Governo de Minas Gerais podem ser direcionados pelas empresas contribuintes para apoiar atividades esportivas ou paradesportivas.

Desde 2013, quando a Lei Nº 20.824 que regulamenta a ação foi sancionada, foram aprovados 473 projetos que proporcionaram benefícios tanto para a população atendida quanto para as empresas apoiadoras. Desse total, 127 projetos já foram executados ou estão em execução com recursos captados que ultrapassam os R$ 35,1 milhões. Já são mais de 67,4 mil beneficiários entre crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos, de 54 municípios mineiros.