Foto: DivulgaçãoContemplada pelo programa Bolsa Atleta da Secretaria de Estado de Esportes (SEESP), a atleta cadeirante Meirycoll Duval, de 22 anos, obteve dois vice-campeonatos no Circuito Uniqlo Wheelchair Tenis Tour, disputado em Santiago, Chile, recentemente.

A mineira ficou com a segunda colocação na disputa de duplas, tendo como parceira a argentina Nicole Maria Dehrs. Na decisão, elas enfrentaram as argentinas Maria Florência Moreno e Andrea Mediano que venceram por 2 a 0.

Na final de simples, Meirycoll teve novamente um confronto com Maria Florência Moreno, que fechou a partida em 2 a 0.

Treinada pelo técnico também bolsista Leonardo Flávio de Oliveira, Meyricoll é destaque nos rankings da Federação Internacional de Tênis (ITF). No de simples, ela aparece na 29ª colocação e no de duplas, em 44º.

Se destacando no cenário nacional há algum tempo, a mineira esteve cotada em para disputar os Jogos Paralímpicos Rio 2016, depois de ter conquistado o ITF Future, disputado no interior de São Paulo.

O benefício

O Bolsa-Atleta e Bolsa-Técnico tem o objetivo de garantir a manutenção da carreira dos atletas e técnicos de alto rendimento, buscando dar condições para que se dediquem ao treinamento esportivo e à participação em competições para o desenvolvimento pleno de sua carreira esportiva, de forma a manter e renovar periodicamente gerações de atletas com potencial para representar Minas Gerais nas principais competições nacionais e internacionais. 

O edital 2017 da ação tem inscrições abertas até amanhã (24) e prevê a concessão de 185 bolsas – 76 a mais que as oferecidas em editais anteriores – e os valores vão de R$ 750 a R$ 5000, que serão repassados bimensalmente aos atletas e técnicos selecionados. Ao todo, serão destinados aos beneficiários R$ 2,106 milhões – R$ 976 mil a mais que o edital anterior, cujo repasse foi de R$ 1,13 milhão.